Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Alemanha batiza a primeira fragata F125

(defensa.com) No dia 12 de Dezembro, a Alemanha batizou em Hamburgo a primeira de quatro fragatas do tipo F125 como F222 FGS "Baden-Württemberg". As unidades de superfície subsituarão progressivamente as fragatas F122 da Classe Bremen. O navio inicial deverá ser entregue à Marinha Alemã em Novembro de 2016.

As 4 unidades foram contratadas pelo Bundesamt für Ausrüstung, Informationstechnik und Nutzung der Bundeswehr, kurz (BAAINBw) em 2007 por um valor de perto de 2 Biliões de Euros ao consórcio Alemão ARGE F125, que compreende a ThyssenKrupp Marine Systems (TMKS) através da sua subsidiária Blohm+Voss Naval, e a Fr. Lürssen Werft.

As F125 serão capazes de conduzir missões de guerra anti-aérea, ataque terrestre, apoio a operações especiais, operações assimétricas, e guerra anti-submarina com o emprego de helicópteros e veículos submarinos remotamente operados.

A fragata tem um deslocamento de 7.300 toneladas, um comprimento de 149.5 metros, uma boca máxima de 18 metros, uma velocidade máxima de 26 nós e é operada por uma tripulação de 120 elementos, mas com espaço para os 70 elementos de forças especiais e do destacamento aéreo.

A propulsão do tipo CODLAG (Combined Diesel-electric And Gas) compreende dois motores Diesel MTU Friedrichshafen 20V4000, dois motores elétricos, duas hélices de passo variável e uma turbina a gaz GE Aviation LM 2500.

Quando entregue, o primeiro navio contará uma peça de artilharia de 127 mm, dois sistema de defesa anti-aérea RAM (Rolling Airframe Missile), misseis superfície-superfície RBS 15 Mk 3 com capacidade de ataque terrestre, e estações remotamente controladas MLG-27 e Hitrole NT. O navio poderá acolher dois helicópteros MH90, 4 lanchas rápidas de intervenção de 11 metros de comprimento e dois contentores de 20 pés. (Victor M.S. Barreira).

Fotografia: A fragata Alemã FGS "Baden-Württemberg" será entregue em Novembro de 2016 (Stefan Nitschke).


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.