Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Airbus Defence & Space obteve o segmento terrestre dos satélites militares franceses MUSIS num contrato de 300 milhões de euros

A  filial Space Systems de Airbus Defence & Space assinou com a Direcção-Geral de Armamento (DGA) francesa um contrato para construir e gerir o segmento terrestre do futuro sistema de satélites de observação militar MUSIS. O contrato é de 12 anos e está avaliado em cerca de 300 milhões de euros.

MUSIS ou Multinacional Space-Based Imaging System  for surveillance, reconnaissance and observation é um programa multinacional de satélites de observação da Terra para uso militar que irá substituir gradualmente o Helios atualmente operacional. Vai começar a funcionar em 2017, com a entrada em serviço do segmento terrestre (User Ground Segment o UGS) e o lançamento do primeiro dos satélites.

No programa, participam, além da França, Alemanha, Bélgica, Espanha, Grécia e Itália,  e deve substituir gradualmente, não só o sistema de Helios, mas também os satélites Cosmo Skymeds italiano e o alemão SAR-Lupe, por uma constelação de satélites ópticos e radáricos.

Airbus Defesa e Espaço (EADS Astrium então) obteve em 2010 um contrato com o Centro Nacional Francês de Estudos Espaciais (CNES) para a construção dos satélites deste programa. (JNG)


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.